As orquídeas são algumas das plantas de casa mais comumente cultivadas. Fornecidos com condições de cultivo adequadas, não é difícil aprender a lidar com a flora de orquídeas. Continue analisando para obter algumas sugestões de como cuidar de orquídeas em ambientes fechados.

Dicas para quem quer aprender como cuidar de orquídeas

As orquídeas são uma planta extremamente boa para oferecer à sua família, mas vamos ser honestos, elas têm uma popularidade por serem difíceis de manter vivas. Na verdade, com um toque de compreensão, você descobrirá que as orquídeas são muito fáceis de cuidar e é absolutamente possível manter uma orquídea viva por anos. Uma das mais conhecidas de orquídeas é a orquídea mariposa ou phalaenopsis. Esta variedade floresce uma a duas vezes por ano e a flora dura de 3 a 3 meses. Outros estilos famosos de orquídeas são o dendrobium e o oncidium, que florescem uma a duas vezes por trezentos e sessenta e cinco dias e apresentam flores que duram mais de um mês.

Existem mais de 20.000 espécies de orquídeas em todo o mundo, e sua flora depende de alguns elementos. O envasamento correto, a base do solo, a rega e as luzes são todos componentes que podem ser vitais para o desenvolvidmento de uma orquídea.

Como regar orquídeas

A frequência com que você rega sua orquídea depende do clima, da variação de umidade e do meio de envasamento. As orquídeas geralmente querem ser regadas a cada poucos dias. Quando se trata de regar orquídeas, o erro mais comum é regá-las em excesso. A podridão da raiz é uma doença geralmente resolvida nesta forma de planta. Apesar do fato de que as orquídeas são geralmente localizadas em ambiente selvagem em florestas tropicais, elas não querem regas intensas. Na realidade, a maneira mais comum de os seres humanos danificarem uma orquídea é por meio do uso de água em excesso. Quando se trata de regar uma orquídea, a regra de ouro é certificar-se de que a planta não fique continuamente parada na água simplesmente para que as raízes apodreçam.

Luz ideal para orquídeas

como cuidar de orquídeasAs orquídeas precisam ser postas perto de uma janela ao sul ou leste, se possível. Eles precisam estarem em um ambiente com muita luz, no entanto não pode ser luz direta e tem que ser moderada. Se eles estiverem próximos a uma janela que vai para o oeste, o sol pode ser muito forte, então você também pode posicionar uma cortina transparente na janela. Ir para o norte através das janelas não fornecerá luz suficiente para a sua orquídea. Como a maioria das flores, o ambiente de luz predominante é realmente o importante para a preservação das orquídeas alegres, para assim saber como cuidar de orquídeas.

Evite luz solar direta sob nenhuma circunstância, coloque a orquídea na luz do dia direta, pois eles vão ficar queimados de sol – sim, claro! Pode parecer besteira mais não, elas podem queimar em horas, então mantenha seus olhos abertos para onde que a orquídea está recebendo a luz. Um local maravilhoso para a orquídea ficar é em uma sala que permanece em uma temperatura regular durante o dia, longe de correntes de ar, frutas e onde ela pode obter luz indireta do dia.

Temperatura correta para orquídeas

As orquídeas se desenvolvem maravilhosamente em ambientes que variam de 60 a 75 graus (16 a 24 c° Celsius). Essas leves temperaturas, somadas a uma pequena circulação de ar, permitirão que sua orquídea desenvolva flores enormes e adoráveis. De modo geral, as orquídeas devem viver em um ambiente com uma média de 25 c°, é surpreendentemente que não fiquem em ambientes com muito menos de 10 graus Celsius. Esta pode ser a “temperatura correta” para a planta.

Vaso/pote para orquídeas

Sua orquídea tem que ser plantada em um vaso que tenha centenas de drenos. Deve haver orifícios de drenagem dentro da parte de trás da panela para garantir que a maior quantidade de água seja drenada. Se sua orquídea estiver disponível em um vaso que não tenha essa opção, você precisará replantar em um que tenha. As orquídeas não aumentam mais em vasos na natureza. Nós os posicionamos em potes para nossa conveniência. Como resultado da desistência, precisamos entender o quão maravilhoso isso é para a planta, suas raízes gostam de respirar e ficar soltas. É uma distância perfeitamente excelente para raízes de orquídea crescerem fora de casa. Infelizmente, nossas casas não são úmidas o suficiente para atender as epífitas de maneira adequada. Assim, um vaso permite a preservação de um pouco de umidade nas raízes.

Solo para orquídeas

As orquídeas devem ser plantadas em solo de drenagem rápida. O uso de uma mistura de envasamento totalmente à base de musgo ou à base de casca de árvore é geralmente recomendado. Dependendo do que você escolher, os cuidados com as orquídeas vão variar. A mistura totalmente à base de casca permite que a água esvazie rapidamente, então você precisará regar sua orquídea com mais freqüência. A mistura de musgo continua com água extra, de modo que você deve pular mais tempo entre as regas, fazendo isso você saberá o solo ideal de como cuidar de orquídeas.

Fertilizante para orquídeas

As orquídeas requerem fertilizantes exclusivos projetados para as orquídeas se desenvolverem adequadamente. Um elemento comum em muitas formulações de fertilizantes prontas para uso é a uréia, que não é bem absorvida com o auxílio do uso de orquídeas. Como resultado final, é melhor obter um fertilizante feito para o cuidado de orquídeas. As orquídeas não precisam mais de um fertilizante maravilhoso; uma quantidade diluída em uma base diária é mais confiável para o cuidado de orquídeas. A maioria dos cultivadores de orquídeas recomenda fertilizar “fracamente, semanalmente”.

Existe um fertilizante chamado de “FORTH ORQUÍDEAS” que é de fácil aplicação e contém os nutrientes necessários par uma flora saudável, no entanto se o solo for bem preparado não é necessário usar fertilizante algum, pois a placa acaba por extrair carbono, hidrogênio e o oxigênio do adubo.

Como podar orquídeas

Quando a orquídea atinge o pico de floração, sua nova flora vai durar até 12 semanas. Após este tempo, eles podem desbotar, se curvar ou cair de seus caules (espinhos) mesmo quando estão gastos. Quando eles estão tentando fazer isso, você pode precisar determinar uma maneira de podar a orquídea. Primeiro, verifique se o caule é saudável ou está em má situação: podar uma orquídea pela primeira vez pode parecer assustador.

Mesmo durante a poda, lembre-se de que as orquídeas são uma flora muito frágil e não podem ser tratadas como se fosse um arbusto. Por exemplo, se você diminuir parcialmente uma folha de orquídea, o resto da folha também pode morrer como resultado da poda, use uma tesoura esterilizada e afiada ou uma faca, apare quaisquer folhas inúteis, tecido ou raízes mais adiante em seu caule normalmente. Caso seu caule seja saudável e esta seja a poda número um. Apare o caule absolutamente acima do entalhe/nó do caule em que a flor número um floresceu. Isso pode permitir que uma nova flora apareça.

No caso de seu caule ser arriscado ou você já tiver repintado sua poda de orquídea logo, é de alta qualidade para reduzir uma polegada acima do caule. Isso permite que a orquídea reconheça seu poder de produzir novas folhas e raízes robustas, essas são umas das dicas mais valiosas de como cuidar de orquídeas.

Sobre o autor

Hernanda

Deixe um comentário